Composição de Quadros: dicas e truques


A enorme variedade de quadros com formatos, cores, e estilos pode te deixar em dúvida na hora de escolher a melhor composição para as paredes. É possível criar uma série de composições nas paredes, que vão desde uma mistura minimalista até algo mais elaborado, feito com peças refinadas. A decoração com quadros é um artifício muito utilizado para dar mais personalidade a um espaço, porém é importante saber combinar os diferentes tipos de quadros para que o resultado seja harmônico e atinja o objetivo desejado.


É comum se deparar com algumas questões, no momento de escolher alguns quadros para decorar um ambiente; seja para uma sala, um quarto, um corredor, um lavabo, etc. A ideia aqui é te inspirar para que você saiba fazer uma composição que deixe o espaço mais bonito, leve e mais personalizado, vamos tentar te passar algumas dicas importantes para garantir a harmonia entre as peças, que podem ter formas diferentes, mas devem combinar-se de alguma forma entre si.


Como fazer uma composição de quadros em casa?

Ao pensar em uma composição de quadros, é essencial escolher os quadros (temática e tamanho) e suas posições. Os quadros sempre devem combinar com o estilo dos moradores e com a proposta do ambiente. Na sala, corredor ou hall, por exemplo, pode-se apoiar um ou mais quadros sobre o aparador ou prateleiras para dar um ar mais despojado ao ambiente. Além disso é importante que os quadros “conversem entre si”, ou seja, que tenham algo em comum, seja o tamanho, as cores, o estilo ou a temática.


Quadros combinados a outros elementos, como porta-retratos, prateleiras, e alguns objetos, geram uma estética bem despojada e deixam os ambientes descontraídos. Em ambientes mais sóbrios, o interessante é fazer escolha por tema e materiais do mesmo estilo com acabamentos mais discretos.


Na hora de dispor os quadros, avalie o tamanho da parede e a posição dos móveis. Uma dica para quem deseja estudar uma possível combinação: antes de fixar os quadros, recorte papéis ou adesivos nos formatos e tamanhos dos quadros e cole-os na parede, você pode também estudar uma composição online – um site que já traz isso é o Online Quadros. Se ficarem harmônicos, invista nessa solução!


Como criar minha composição de quadros? O maior desafio

A escolha para uma composição requer um conjunto de definições, deve-se definir o local, o posicionamento dos quadros e a altura para que a visibilidade fique correta e harmônica. A escolha das imagens e suas molduras, também fazem parte desse requisito na hora de organizar tudo no ambiente. Acompanhe, a seguir, algumas recomendações para compor um lindo ambiente com quadros!


1 –Altura dos quadros

O eixo do quadro ou o centro da composição com vários quadros deve ficar na altura média dos nossos olhos, evitando que a pessoa tenha que levantar ou abaixar a cabeça para visualizá-lo. Uma boa altura é 1,60 m ou 1,70 m, mas essa medida pode variar em função do “pé direito” de cada ambiente, o que deve ser atentamente observado.


2 - Posicionamento

Se a sua intenção for destacar uma peça marcante no espaço, como um sofá ou uma mesa de jantar, você pode centralizar um quadro grande com base nesse elemento. Entretanto, se pretender criar uma composição com diversos quadros, certifique-se de que eles estarão delimitados por um espaço equivalente a um quadro grande, conversando com o móvel de destaque no ambiente. A composição de quadros deve estar alinhada pela base, eixo ou parte superior dos mesmos.


3 – Proporção e definição de tamanhos

Não se esqueça de verificar o tamanho da sua parede para definir o tamanho do quadro. Se a parede for grande, ouse e personalize quadros maiores. Se for pequena fique atento para não errar e não a deixar com muitas informações e nem os instale muito grudados um do outro. O importante que cada peça transmita sua identidade.


4 – Molduras

Uma composição mais descolada e moderna pode ser feita com molduras de diversos tipos: colorida, de madeira, bronze, grossa, fina… tudo fica bacana na hora de compor. Entretanto, se o ambiente for mais sóbrio, molduras brancas ou pretas lisas, bem como as de madeira, são mais adequadas.


5 – Paredes escuras

As paredes escuras podem se transformar em um lindo painel de fotos da família, paisagens urbanas, de natureza ou obras abstratas coloridas. Porém, as impressões escuras ou em preto e branco combinam com a cor escura do fundo e dão charme ao estilo, dependendo você pode até mesmo utilizar molduras coloridas.


6 – Paredes claras

As paredes com cor de fundo clara – como o branco, off-white, bege –, podem misturar quadros e telas em canvas, mas é importante definir um tema principal antes de criar a composição. Escolha molduras preto e branco, diversificando os tamanhos e formatos. Uma boa sugestão é priorizar retratos de viagens, paisagens em preto e branco e complementar o conjunto com alguns quadros abstratos, para manter o equilíbrio e evitar a poluição visual.


7 – Paredes com cor vibrante

Uma eclética combinação de quadros com fotografias, obras de arte de diversos estilos, ganham destaque sobre a parede pintada com um tom de cor mais vibrante. O efeito pode ser maximizado com a utilização de imagens com predominância de cor clara. Para imagens com tons escuros inserir margens, paspatur ou molduras brancas.


8 – Quadros do piso ao teto

Composição de quadros com fotografias da família formam uma atmosfera romântica e retrô, você pode até mesmo utilizar quadros do piso ao teto. O recurso também funciona com quadros de outras naturezas.


9 – Quadros em linha diagonal

Essa proposta de composição inova ao organizar diversos quadros e telas canvas na parede em um alinhamento na diagonal. Seja da esquerda para direita ou da direita para esquerda. Quadros, espelhos e até elementos gráficos podem compor o conjunto com graça e personalidade. Este tipo de organização é o ideal para composições em escadas.


10 – Composição para Corredores e Halls

Utilizar uma composição de quadros é uma ótima alternativa para espaços de transição da casa, como corredores e halls. Uma infinidade de quadros pode ser disposta com rigor geométrico ou mais livre, com molduras diferentes entre as lisas e salpicadas por elementos de madeira.


11 – Composição de Quadros Grandes com Molduras Finas

Geralmente as molduras finas são as mais utilizadas nas composições de Quadros, por serem mais modernas e interferir menos na visualização da fotografia e obras dos quadros.


12 – Composição Sem Regras

Hoje, o mais importante para criar e pendurar quadros nas paredes é usar a criatividade, não há limites! Procure referências inspiradoras. A estratégia é permitir que sua composição seja organizada de acordo com o seu gosto e traga personalidade ao seu ambiente.



Fonte 1 / Fonte 2

Postagens Populares
Postagens Recentes
Arquivo
  • Instagram Limpa
Etiquetas

Deixe um comentário

Comente no Facebook

© 2015. Karla Oliveira Arquitetura e Interiores. ABD N.9777. Todos os direitos reservados.