10 Ambientes com madeira que se destacam na Casa Cor SP


A Mostra Casa Cor São Paulo 2018, em sua 32ª edição, veio com o conceito ‘A Casa Viva’ em 82 ambientes decorados (entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios e apartamentos). O local da mostra é o Jockey Club de São Paulo, que recebe o mostra desde 2006.


A Mostra Casa Cor SP acontece entre os dias 22 de maio e 29 de julho de 2018, o visitante vai conferir o que há de melhor no design de interiores, decoração, arquitetura e arte no Brasil.


O conceito ‘Casa Viva' trabalha com a ideia de trazer novamente a casa como refúgio físico, mental e espiritual; a casa também é o espaço para restaurar sensações e pequenos prazeres como a celebração com a família e amigos, o ato de ler, contemplar e cozinhar. Por isso, a mostra propõe ambientes integrados, estimulando o convívio em detrimento do afastamento causado pela tecnologia e que dita a vida moderna. Outro aspecto fundamental da casa viva é a sua relação forte com a natureza, que marcou presença em inúmeros ambientes de várias formas e se mostrou um elemento fundamental.


A madeira é um material tradicionalmente usado para dar aconchego e aquecer os ambientes. Atrelado ao tema A Casa Viva, o elemento também é responsável por trazer a natureza para dentro de casa. Abusando do design contemporâneo e dos painéis de revestimento, os profissionais da CASACOR SP 2018 apresentam soluções modernas e sustentáveis para o uso da madeira. Confira!

1. Triplex Arquitetura – Casa Raízes

Nesta homenagem às mulheres, um local para refletir, se reconectar com a natureza e renovar as forças. Painéis pivotantes em madeira e palha garantem a entrada de luz e ar fresco, além de revelar aos poucos o ambiente. O teto foi revestido com uma trama de fibras naturais. No décor, cores neutras trazem unidade visual entre móveis, revestimentos e obras de arte. (Foto: Felipe Araújo/CASACOR)

2. mf+arquitetos - Tartuferia
Os arquitetos Mariana e Filipe Oliveira, focaram em materiais naturais e na integração com o exterior, com brises. As linhas retas desempenham papel importante, transformando as colunas e o teto em elementos de design. O mobiliário é cheio de bossa. (Foto: Evelyn Müller/CASACOR)
3. BC Arquitetos – Home Family
A marcenaria permitiu integrar diversas funções em 65 m². Bruno Carvalho e Camila Avelar desenvolveram um cinema, adega, biblioteca, bancada gourmet e vários suportes para obras de arte. Elas tratam de forma poética as relações humanas, neste ambiente pensado para receber amigos e família de forma aconchegante. (Foto: MCA Estúdio/CASACOR)
4. Roberto Migotto – Le Riad Bontempo
Riad é um tipo de construção do Marrocos, voltada a um pátio com jardim interno. Nesta releitura contemporânea, a casa de 400 m² se abre para o jardim de 200 m². Os móveis fixos enaltecem as linhas retas e a praticidade. O grande painel de madeira entalhada é assinado com o sócio Ricardo Minelli. Destaque para a marcenaria da cozinha nos móveis e no forro. (Foto: Marco Antonio/CASACOR)
5. CZHOTT Arquitetura – Bar Lounge
Cyane Zoboli e Ana Elisa Hott se inspiraram no balé, de onde vieram o tom rosé e a atmosfera delicada. Para contrapor, móveis em madeira trazem certo peso, enquanto o painel de madeira rosé explora volumes e geometrias com o auxílio da iluminação. (Foto: Felipe Araújo/CASACOR)
6. SP Arquitetura – Tea Lab
Formas assimétricas e angulosas dos galhos de árvores são citadas em vários pontos do projeto, como na base das mesas e no desenho das cadeiras. Mas o principal deles é o jardim vertical que combina diversas espécies e explora nuances do verde natural. As ervas utilizadas nos chás são cultivadas no próprio espaço. (Foto: Renato Navarro/CASACOR)
7. Gabriela Lotufo e Larissa Oliveira – Casa Sustentável Leroy Merlin
Materiais sustentáveis conquistam todos os detalhes, como as pastilhas produzidas a partir de garrafas PET, os rodapés de isopor reciclado e o piso de madeira de demolição restaurada. As divisórias soltas com madeira laminada cruzada exigem o mínimo de recursos naturais na montagem e na desmontagem. (Foto: Renato Navarro/CASACOR)

8. Suite Arquitetos – Casa da Árvore Renault
O imenso flamboyant com costelas-de-adão na base rouba a cena. Sem barreiras físicas entre o living e o jardim, a integração com o verde é acentuada. Para prolongar o contato com o natural, foram eleitos tons terrosos nos revestimentos e nos móveis. Para finalizar, biombo em madeira, uma parede em mármore e a ilha gourmet em pedra. Daniela Frugiuele assina o projeto com Filipe Troncon e Carolina Mauro. (Foto: Evelyn Muller/CASACOR)
9. Paola Ribeiro – Casa Terra
Duas grandes árvores que se encontravam no terreno foram integradas ao espaço. A sensação de estar em um jardim é reforçada pelo uso de vidro e grandes caixilhos, convidando o verde para a ambientação em tons naturais e amadeirados. O projeto luminotécnico é de Maneco Quinderé, e o mobiliário reúne peças de Jader Almeida e Gustavo Bittencourt, entre outros. (Foto: MCA Estúdio/CASACOR)
10. GDL Arquitetura – Recinto do Bosque

Partindo de um retângulo modular, Gabriel de Lucca projetou um banheiro conectado ao exterior por meio de fendas na parede. Elas também permitem a incidência de luz solar, dispensando o uso de pontos de iluminação no teto. Na marcenaria, destaque para o alinhamento preciso entre retas e curvas. (Foto: Evelyn Muller/CASACOR)




Fonte - história Casa Cor SP

Fonte - 10 ambientes com madeira que se destacam na Casa Cor São Paulo

Fonte - conceito 'Casa Viva'

Postagens Populares
Postagens Recentes