Jardim de Inverno: como e onde fazer o seu?


Jardim de inverno é uma ótima opção para quem gosta de estar sempre em contato com a natureza. Muitas pessoas possuem dúvidas de onde colocá-los, como fazê-los e como mantê-los. Para começar, escolha um local com boa iluminação na casa. Uma porta de vidro pode ajudar nessa tarefa, deixando a luz natural entrar.

A escolha das plantas também é muito importante. Escolha plantas que são mais resistentes e que se adaptem mais facilmente a ambientes internos. Existem alguns tipos de plantas que são encontradas com mais frequência em jardins de inverno, como, por exemplo: Afelandra, Agapanto, Ajuga, Alocásia ou Punhal-malaio, Arália, Aspargo-samambaia, Avenca, Azulzinha ou Evólvulo, Begônia, Cordiline ou Dracena vermelha, Crossandra, Érica ou Falsa-érica, Filodendro, Flor-de-maio, Fórmio-variegata, Jibóia, Orelha-de-gato, Orquídea Falenópsis ou Orquídea Borboleta, Peixinho, Peperômia, Rosa-do-deserto, Adenium, entre outras.

Além das plantas, alguns objetos decorativos também podem ser inseridos no jardim de inverno, como vasos, cachepôs, bancos de madeira, pedras, cascalhos e estatuetas.

Cuidados com o Jardim de inverno:

Luminosidade

É necessário ter luminosidade para evitar o fototropismo (movimento da planta em busca de luz, que faz com que ela entorte e cresça em desequilíbrio). Algum tipo de luz (lâmpada) também pode ser usado para ajudar na iluminação, porém, é preciso tomar cuidado para não danificar as plantas e lembrar que elas também precisam de algum tempo no escuro, por isso, não é indicado deixar as luzes ligadas o tempo todo.

Irrigação

A irrigação muda de acordo com o tipo de planta, locais úmidos necessitam um pouco menos de água. Ambientes mais secos e com ar condicionado necessitam de um pouco mais. As plantas não devem ser regadas demais pois podem apodrecer. É necessário garantir uma impermeabilização de qualidade e boa drenagem.

Adubação

A adubação em locais fechados deve seguir as mesmas recomendações para plantas cultivadas em áreas abertas. No entanto, alguns tipos de adubos orgânicos podem incomodar devido ao mau cheiro e, por isso, o uso de produtos químicos talvez sejam aconselháveis. O mesmo pode acontecer em relação ao substrato. A escolha deve ser cuidadosa para evitar aqueles que exalam cheiro desagradável. Fibra de coco, casca de pinus, casca de arroz, entre outros, são indicados.

Ventilação

A maioria das espécies não é exigente em relação à ventilação. Elas agem como se estivessem em uma estufa e acabam até se desenvolvendo melhor. O único aspecto diferenciado em locais pouco ventilados é a maior absorção de água pelas plantas. Fique de olho!

Poda

A pode deve ser feita de acordo com cada espécie de planta. Realizando esse processo de forma correta, mantém-se uma boa aparência do local e também a limpeza. Se você não gosta de fazer podas constantes, opte por plantas que não requerem muita manutenção.

Pragas e Doenças

Se o ambiente for totalmente fechado, é comum o surgimento de fungos e cochonilhas. Para contornar esse problema, é recomendado o uso de produtos atóxicos para o homem e animais domésticos. E, para evitar infestação, é importante adequar o jardim o máximo possível das condições ideais de cultivo das espécies.

Fazer um jardim de inverno é uma ótima opção para quem gosta de estar pertinho da natureza, contemplar e deixar a decoração ainda mais bonita e sempre por dento das tendências!

Fonte: Carro de Mola

Postagens Populares
Postagens Recentes
Arquivo
  • Instagram Limpa
Etiquetas

Deixe um comentário

Comente no Facebook

© 2015. Karla Oliveira Arquitetura e Interiores. ABD N.9777. Todos os direitos reservados.