Já pensou em ter uma adega no seu apartamento?


A designer ressalta que pouco espaço não é problema para garantir o cantinho especial para os seus vinhos.

O local reservado para guardar os vinhos é essencial para manter a qualidade desta bebida tão saborosa e apreciada em todo o mundo. Com a “cultura do vinho” cada vez mais popular entre os brasileiros, os espaços exclusivos para adegas estão entre as tendências mais procuradas no mercado para favorecer a elegância do ambiente e conceder-lhe modernidade.


Conforme explica a designer de interiores Karla Oliveira, a diferença em pensar na instalação de uma adega em casas ou apartamentos está, basicamente, no espaço disponível. “O que vai depender mesmo é a disposição do layout e o projeto de marcenaria que normalmente proporciona um aproveitamento de espaço que viabiliza esse cantinho especial”, aponta.

Nesta hora, criatividade e planejamento são fundamentais. Para indicar modelos e recomendar tamanhos, formatos e disposições, Karla considera uma série de fatores. “Ao indicar uma adega para um cliente, penso principalmente nos hábitos de consumo para determinar o tamanho e o modelo, analiso a melhor localização e o espaço disponível no apartamento”, destaca.


Considerando as demandas, a disponibilidade de modelos de adegas é extensa e atende todas as necessidades no quesito tamanho. De acordo com a arquiteta, é possível encontrar mobiliários que podem ser utilizados em pequenos apartamentos, embutidos em armários ou até adaptados a estantes. Há, ainda, as adegas embutidas na marcenaria ou embaixo de bancadas de mármores, que aproveitam o espaço disponível.


Cômodo

Normalmente, os locais mais apreciados para a instalação do “cantinho de vinhos” nos apartamentos são o living e a varanda, que muitas vezes está integrada à sala. Com o estilo gourmet em alta, a cozinha também se tornou uma possibilidade para abrigar as bebidas.


Manutenção

A manutenção, segunda a arquiteta, é simples, já que as adegas exigem os mesmos cuidados de um frigobar ou de uma geladeira. É importante observar as especificações de cada modelo no intuito de respeitar as distâncias necessárias para o resfriamento. Além disso, é preciso verificar o tipo de instalação elétrica ideal para o bom funcionamento da adega seja garantido.




Fonte Revista Luxo Vertical - Julho 2018 - ano 05 - nº23

Fotos Marcus Camargo - instagram @fotomarcuscamargo

Postagens Populares
Postagens Recentes