As tendências que as feiras de design ditaram em 2017


Com 2017 acabando, depois de acompanhar de perto as novidades das feiras de decoração e design, selecionamos algumas das tendências observadas este ano:

Tons da natureza

As nuances terrosas, como o marrom, o verde e os amarelos queimados marcaram presença nos móveis. Abaixo, um exemplo: o sofá Lune, de Jaime Hayon para a Fritz Hansen, apresentado durante o Salão do Móvel de Milão.

Geometria

O Design Weekend São Paulo mostrou que, para os brasileiros, a geometria segue forte. Muitas instalações e peças usaram e abusaram dos grafismos, até mesmo este tapete, design de Juliana Vasconcellos e Matheus Barreto para a Botteh, uma das 20 novidades que selecionamos na Alameda Gabriel Monteiro da Silva.

Handmade

Texturas e volumes ganharam destaque ao mesmo tempo em que cerâmicas e vidros resgatam técnicas do passado. A beleza do que é feito à mão foi enaltecida durante a Maison & Objet Paris. Seja com materiais rústicos ou com aspecto mais hi-tech, a vontade é de se desconectar durante o processo criativo. A marca taiwanesa Kamaro'an, por exemplo, usou fibras que demoram seis meses para crescer em água cristalina para criar esta luminária.

Design com ética

Um dos temas explorados pela feira Ambiente, realizada em Frankfurt, foi o ethical design. A feira elegeu um comitê para definir quem são os jovens designers que estão criando de forma sustentável mundo afora, caso do designer Beau Birkett, do Reino Unido. Ele apresentou uma coleção cujo tecido cinza, que cobre o banco, a luminária e o cabideiro, são 100% feitos com garrafa pet.

Criações voltadas para o bem-estar

Desconectar-se do mundo é uma necessidade de todos em tempos que as tecnologias nos fazem estar ligados a todo momento. Por isso, peças que nos proporcionam uma pausa e nos levam para um momento de introspecção, além de instigar uma reflexão, atraíram olhares durante o London Design Festival. Um dos destaques foi a instalação Drop In the Ocean, criada por Brodie Neill no ME London Hotel, que utilizou plástico retirado dos oceanos para desenhar uma mesa. Nela, pingava a cada um minuto uma gota de água do teto, ao mesmo tempo em que uma projeção tomava as paredes.

Fonte: Casa Vogue

Postagens Populares
Postagens Recentes
Arquivo
  • Instagram Limpa
Etiquetas